Pesquisar este blog

sexta-feira, fevereiro 13, 2009

O povo contra o império

Avante com os berros

que som de desesperaçom

e nom de odio.


Avante com as carreiras

que som de defensa dum povo

e nom de doma.


Adiante com o coraçom

que late vivo

e nom é zombi dum pasado podre.


É hora de resolver a história,

É hora de facer penitencia uns e outros,

É hora de saca-lo rosário,

de começar a emprega-lo em oracións

cautivas do egoísmo libertario.


Vai sendo hora de que começemos o calvario.

De começar a ponher verdadeiramente

as peças sobre o taboleiro e encarar, sen reparos,

o touro contra a vaca, o egoísmo contra o genio.

O povo contra o império.

Um comentário:

O Garcia do Outeiro disse...

Avante! Avante o povo contra o império. Umha aperta irmandinha