Pesquisar este blog

segunda-feira, junho 28, 2010

É mais doado morrer.
É mais singelo e mais barato.
Mais ca viver e sofrer
dixo o poeta.
Eu nom quero morrer.

É mais doado luitar.
É mais singelo, embora ingrato.
Mais ca viver morto
dixo o profeta.
Eu nom quero viver morto.

É mais doado amar.
É mais formoso e humano.
Mais ca viver e luitar.
Digo-cho eu.
Eu nom quero o amor seu.

4 comentários:

Raiz_Verde disse...

O amor que doe é o amor, o amor que nós move cara as forças em continua eclossom do mundo. O amor é a luita creio eu...

Somos uns románticos... xD

Diego Taboada disse...

Así vos vai.... claro

xD

Raiz_Verde disse...

como nos vai...?

Diego Taboada disse...

A vida pasa ... e voçes seguem a sofrer

Revoluçao é amor e alegría, nao dor.

Uma aperta